segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013




PROUNI: Estudantes devem cobrar divulgação das mensalidades.

Instituições particulares são obrigadas a informar os valores exatos de cada curso, para evitar fraudes e garantir que as bolsas tenham desconto verdadeiro
Após um ano da publicação de portaria que obriga instituições de ensino superior parceiras do Prouni (Programa Universidade para Todos) a divulgar os valores regulares da mensalidade com o objetivo de evitar que os bolsistas sejam fraudados, a medida ainda não foi cumprida. As informações são do portal iG.
A determinação foi criada pelo MEC (Ministério da Educação) após denúncias de que uma instituição cobrava o dobro por vagas pelo programa. Contudo, a regra ainda não surtiu efeito.

Novo protesto no RJ marca a força do Movimento Estudantil

Apesar de toda dificuldade, a unidade do movimento de luta contra os abusos do Grupo Galileo crescem a passos largos
Mais de 300 alunos de duas universidades particulares, o Centro Universitário da Cidade e a Gama Filho, ao lado da União Estadual dos Estudantes do Rio de Janeiro (UEE-RJ), fizeram mais um protesto na manhã desta quinta-feira (20), na porta da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, contra a mercantilização da educação.
O problema na Universidade da Cidade e na Gama Filho teve início no final do ano de 2011, quando o Grupo Galileo se tornou mantenedora das universidades. De lá pra cá, uma sucessão de problemas vem lesando professores, funcionários e alunos.

OS SONHOS DA JUVENTUDE EM UMA ÚNICA JORNADA


Diversidade marca ato preparatório para Jornada de Lutas em março
Sessenta e sete milhões: o que esse número representa? A população civil da União Europeia possui 67 milhões de armas; no Brasil, 67 milhões de pessoas têm acesso a internet; 67 milhões de reais foi o investimento da Petrobrás para projetos culturais no ano passado de 2012. Um número que pode representar muito para alguns ou pouca coisa para outros.
Na tarde desse último sábado (23), no Sindicato dos Químicos em São Paulo, 67 milhões foi um número central, o foco de um importante encontro para debater o futuro do Brasil, seus avanços e transformações sociais.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Lula: “nós queremos comparação, inclusive sobre corrupção”

Petistas e integrantes de partidos da base aliada estiveram no evento. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto LulaO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira 20 que o PT não vai fugir do debate sobre corrupção com os tucanos. Em discurso na comemoração dos dez anos do partido na Presidência, ele rebateu as críticas feitas nos últimos dias pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG)

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

 O governo liderado por nós, do Partido dos Trabalhadores, tem um compromisso histórico em defender o povo brasileiro e a soberania nacional.

Jhonathan Lima
O mundo vive em constantes transformações políticas, econômicas, culturais, sociais etc. O nosso país e todo o povo brasileiro vem vivenciando o melhor momento de suas histórias. O Brasil desde a chegada à presidência do companheiro Lula, em 2003, o país, pode, de fato experimentar transformações sociais que modificaram substancialmente o modo de vida dos brasileiros. As menores taxas de desemprego da história, investimentos em infraestrutura e em programas sociais de transferência de renda dentre outros, que colocaram o Brasil em um patamar que em um passado recente era inimaginável, pois a cultura de governo elitista que governava o país, para apenas uma pequena parcela da nossa população, tinha uma postura de subserviência, de baixo clero, frente  aqueles em que eles (governantes da época) chamavam de países de primeiro mundo.                                

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Fantasie-se o quanto se queira, o mais provável é que tenhamos a sexta eleição polarizada por tucanos e petistas. E que, nela, o grande favorito seja o PT.


Marcos Coimbra, Carta Capital

Ao longo dos últimos 20 anos, a política brasileira, no fundamental, foi regida pela polarização PT/PSDB. Desde 1994, todos nossos presidentes da República saíram de um dos dois partidos.
Seria razoável imaginar que essa polaridade será rompida na próxima eleição? Parecem significativas as chances de que o futuro presidente venha de outra legenda?
Quem acompanha os comentaristas e analistas da “grande imprensa” deve estar acreditando que sim. De tanto ouvir falar em terceiros ou quartos nomes, talvez suponha que esse longo ciclo se encerrará ano que vem.
Não há, no entanto, sustentação para a hipótese, salvo especulações despropositadas. O que quer dizer que teremos mais uma eleição que culminará com o eleitorado escolhendo entre os candidatos de um ou outro.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

 A promotora, que extravasa sua bílis contra os petistas no Twetter,
tem sede de sangue: diz que os 72 "são criminosos e pagarão por isto"


Até o vetusto  Estadão  admite (ver aqui) ser inepta a denúncia de uma promotora direitista (ver aqui) contra 72 estudantes, professores e funcionários que honraram as tradições da Universidade de São Paulo, reagindo à escalada autoritária do Governo Alckmin e à ocupação militar do campus. 
Tamanho era seu ódio ao preparar a peça acusatória, que a promotora Eliana Passarelli cometeu um erro primário: encaminhou o inquérito ao Foro Regional de Pinheiros, que não tem competência para processar e julgar crimes cuja pena seja de reclusão (vide aqui). Repassada ao Foro Criminal da Barra Funda, tudo indica que a denúncia não será aceita.

 [...] a política de extermínio e “terra queimada”, aplicada no Estado de São Paulo pelas forças mais reacionárias que atualmente têm presença no Continente, ou seja: o governo do Opus Dei e o mais iníquo tribunal do Ocidente desde 1975 (quando o privilégio correspondia a Audiência Nacional da Espanha). [...]


Carlos Lungarzo
Acabo de ler o excelente artigo do escritor Celso Lungaretti em seu blog O Náufrago da Utopia, no link.

Peço a todos os que concordam com democracia, direitos humanos e prevenção da barbárie distribuir em todas suas redes sociais, mailings e sistemas próprios de comunicação, a cópia do post original, que inclui também uma declaração do combativo Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (SINTUSP) contra a política de extermínio e “terra queimada”, aplicada no Estado de São Paulo pelas forças mais reacionárias que atualmente têm presença no Continente, ou seja: o governo do Opus Dei e o mais iníquo tribunal do Ocidente desde 1975 (quando o privilégio correspondia a Audiência Nacional da Espanha).







[...] A verdade é que a direita formada pelos grupos da Opus Dei foi o murro de arrimo deste Bento – no Brasil, sobretudo gente do PSDB [...]


Márcia Denser
Inspirada em várias fontes, eis algumas reflexões (e revelações para quem não sabe) sobre a renúncia de Bento XVI: um mix de dinheiro, poder e sabotagens, corrupção, espionagem, escândalos sexuais – a presença ostensiva desses ingredientes de filme de terror no noticiário constituía o dia-a-dia do Vaticano.
Tal frequência e a intensidade anunciavam algo nem sempre inteligível ao mundo exterior: o acirramento da disputa sucessória de Bento XVI nos bastidores da Santa Sé. Desta vez, mais do que nunca, a fumaça que anunciará o “habemus papam” refletirá o desfecho de uma fritura política de vida ou morte entre grupos radicais de direita na alta burocracia católica.
Mais que de saúde, razões de Estado teriam levado Bento XVI a anunciar a renúncia de seu papado.


Cardeal de Gana separa direitos LGBT de direitos humanos e é a favor de que gays sejam presos e mortos em nome de uma 'tradição'

Cardeal de Gana separa direitos LGBT de direitos humanos e é a favor de que gays sejam presos e mortos em nome de uma 'tradição'

Assim que Joseph Ratzinger renunciou ao posto de papa, surgiram nomes que podem sucedê-lo. Um dos mais fortes é o de Peter Turkson, Cardeal de Gana, que poderia se tornar o primeiro papa negro e africano da história. Mas cuidado: ele parece ser ainda pior que Bento XVI.

JUVENTUDE DE GOIÁS CONQUISTA LEI DO PASSE LIVRE ESTUDANTIL


Depois de muita luta os estudantes de Goiás conquistaram o direito à meia passagem.
 


Na década de 80, com o movimento “Pula Catraca”, os estudantes de Goiás conquistaram o direito à meia passagem. Depois de anos de luta, o movimento estudantil protagoniza hoje o processo de implementação do Passe Livre Estudantil.
Essa quinta-feira (17) marca uma conquista histórica da combativa juventude de Goiás que finalmente alcança vitória com a criação do projeto de lei que institui o Passe Livre Estudantil (PLE) na capital e no município Aparecida de Goiânia. A minuta do projeto foi apresentada primeiramente à União Goiana dos Estudantes Secundaristas (UGES), entregue em ato público no Palácio Pedro Ludovico pelo secretário de Juventude de Goiás, Leonardo Felipe, e pela presidenta do Conselho Nacional da Juventude (Conjuve), Ângela Guimarães. A meta é que até o inicio do próximo semestre letivo a lei seja implementada, e já esteja disponível aos estudantes.
UNE CONVOCA 61º CONEG E CHAMA JUVENTUDE PARA JORNADA DE LUTAS

O Coneg servirá para a UNE promover o seu Seminário de Assistência Estudantil e também discutir junto às lideranças propostas que serão encaminhadas às conferências livres preparatórias para a 2ª Conferência Nacional da Educação.


Diretoria executiva da entidade se reuniu na última segunda-feira em São Paulo
A diretoria executiva da União Nacional dos Estudantes convocou na última segunda-feira (4/2) , durante reunião na sede da entidade em São Paulo, o 61º Conselho Nacional de Entidades Gerais. O Coneg, um dos principais fóruns de deliberação do movimento estudantil, será realizado na capital paulista entre os dias 8 a 10 de março de 2013 e pretende reunir mais de 500 lideranças de Diretórios Centrais e Uniões Estaduais dos Estudantes, além de representantes das Executivas de Cursos.

O Coneg servirá para a UNE promover o seu Seminário de Assistência Estudantil e também discutir junto às lideranças propostas que serão encaminhadas às conferências livres preparatórias para a 2ª Conferência Nacional da Educação.

ESTUDANTES CONFIRMAM PRESENÇA NA MARCHA DAS CENTRAIS EM BRASÍLIA



Em um encontro na sede da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), em São Paulo (SP), na terça-feira (5), representantes do movimento estudantil fora recebidos pelo presidente da entidade, Wagner Gomes, e pelo vice-presidente Nivaldo Santana. Eles acertaram a participação dos estudantes na Marcha das Centrais, marcada para o próximo dia 6 de março, em Brasília.