segunda-feira, 17 de junho de 2013

Bum! Estourou! 
Por. Jhonathan Lima - "o poder do Estado não necessita nos oprimir, ele precisa agir da maneira correta e essa maneira é fazer melhorar a vida do povo".
N.Sra. da Glória - SE, 18/06/2013.

Jhonathan Lima
O que parecia ser apenas mais um protesto de jovens estudantes contra mais um aumento das já abusivas tarifas de ônibus, em São Paulo, tornou-se o sonho de muita gente e o pesadelo de tantas outras. A população que acompanhou a truculência da polícia militar para combater o direito constitucional da livre manifestação, os tiros com balas de borracha e explosão de bombas de efeito moral, fizeram que os  tiros saíssem sim e muito bem pela culatra e essas bombas fizeram explodir o grito de milhares de paulistanos e contagiaram corações e mentes de brasileiros nos quatro cantos do país e em alguns países do mundo. 
A aparente tranquilidade e hospitalidade do nosso país deu lugar a um clima fervoroso, um clima digno de uma democracia, onde o povo toma as ruas, gritando para serem ouvidos por seus representantes, jovens ávidos, ocuparam as ruas com suas bandeiras, que para além do que muitos teimam em acreditar, é sim, algo muito além de 0,20 centavos absurdamente cobrados em um sistema caótico de transporte coletivo, que tem como principais brindes insegurança e desconforto. 

Agora a luta não se restringe somente a isso e algo precisa mudar urgentemente, os milhares de manifestantes que tomaram as ruas cada um com suas bandeiras, são histórias que se cruzam, cada uma delas com suas reivindicações; segurança, saúde, educação, transporte, enfim, todos querem um país cada vez melhor e que sabemos que é sim possível. O grito estava preso! Ganhou força e hoje ocupa os principais noticiários da televisão, que ainda insiste de maneira torpe, criminalizar aos que estão nas ruas lutando por seus direitos, pelos direitos dos seus filhos, pelos direitos daqueles que gostariam de poder estar ali, não só manifestando, mas também escrevendo essa linda página da nossa história, segurando sua bandeira, mas que infelizmente não podem. Estão trazendo de volta o espírito da juventude que foi às ruas durante a ditadura, é bem verdade, os tempos são outros, mas a força pulsante da juventude, essa é a mesma!
Os companheiros que tombaram durante a ditadura, sem dúvida hoje, onde quer que estejam, estão orgulhosos, por que o país que eles lutaram e tiveram suas vidas tiradas deste país, hoje está mais vivo do que nunca, sobre tudo livre! A revolução é um processo que dever ser cada vez mais comum torço que para que sempre o que povo sentir-se oprimido, ele possa se organizar e ir gritar! Fazer barulho! Ser visto, ser ouvido e ser atendido! Porque o desejo e a necessidade de mudança é o que nos move!. E que esse combustível, sempre que preciso se renove sempre com mais força. Que os governantes sentem-se em suas cadeiras inquietos, pois a qualquer momento o povo pode e deve ocupar as ruas.
Que a repressão policial seja cada vez menos, que as cenas de truculência e vandalismo presentes nesses atos, fiquem na memória, o poder do Estado não necessita nos oprimir, ele precisa agir da maneira correta e essa maneira é fazer melhorar a vida do povo. O povo está cada dia mais consciente do seu papel e seu poder na sociedade, é necessária urgente uma reforma política, para que possamos avançar cada vez mais a uma ampla democracia. Onde o Estado possa garantir com qualidade os direitos essenciais ao desenvolvimento integral do nosso povo.

Em algum lugar do Brasil - 17/06/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário